Busca

Estudo para reforma no Estatuto da APMP deve ser concluído até o fim do ano

A reformulação que está sendo realizada com o objetivo de atualizar o Estatuto da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP) deve ser concluída até o fim de 2015. O estudo que está sendo realizado pela comissão formada pelos promotores de Justiça Leonardo Quintans, Márcio Gondim, Rodrigo Pires, Lean de Xerez, Amadeus Lopes, Francisco Seráphico, Marcus Machado Cordeiro e o presidente Bergson Formiga, que vem se reunindo desde o mês de março deste ano.

Em 2013, houve alterações pontuais na gestão do então presidente Francisco Seráphico, mas de acordo com o promotor Leonardo Quintans é importante uma renovação do texto.

“Precisamos fazer as alterações segundo as normas mais modernas das entidades congêneres e de acordo com a nossa realidade, afastando definitivamente a ideia da entidade como mero ambiente recreativo e transformando-a em verdadeiro espaço de debate e defesa institucional”, explicou.

A previsão da comissão é de que os trabalhos estejam concluídos até o final do ano, quando deverá ser convocada assembleia geral para submissão da proposta aos associados da entidade.

Veja também ...