Busca

APMP emite nota de pesar por assassinato de promotor de Justiça de Pernambuco

 width=A Associação Paraibana do Ministério Público emitiu nota lamentando o assassinato do promotor de Justiça, Thiago Faria Godoy Magalhães de 36 anos, do Ministério Público de Pernambuco. Thiago foi executado com vários tiros e seu corpo encontrado, nessa segunda-feira (14), dentro de carro, no município de Itaíba, região do Agreste do Estado.

De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido por volta às 9h da manhã de ontem, na rodovia PE 300, quando a vítima seguia para o trabalho, no prédio do Tribunal Justiça de Pernambuco de Itaíba. Ainda segundo a polícia, o carro do promotor foi seguido por outro veículo. Depois de efetuar o primeiro disparo, os assassinos teriam bloqueado a passagem do carro da vítima, descido do carro e executado o promotor com diversos tiros, fugindo em seguida.

A noiva da vítima, Mysheva Freire Ferrão Martins, que também estava no veículo, teria conseguido pular do carro no momento do primeiro disparo. Ferida com escoriações pelo corpo, ela foi atendida na Maternidade João Vicente, em Itaíba, de onde já recebeu alta médica.

Thiago era formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, autor de livros jurídicos e professor de cursos preparatórios para concursos. Ele tomou posse como promotor em dezembro do ano passado. Na ocasião, Thiago falou como orador do grupo de novos promotores nomeados e ressaltou que tomar posse no cargo era a realização de um sonho.

Veja também ...