APMP celebra seus 71 anos de história

123

Neste dia 3 de outubro de 2018, a Associação Paraibana do Ministério Público comemora seu 71º aniversário. Uma data para relembrar um pouco da história da instituição, que já passou por vários momentos marcantes, de conquistas, celebrações, e de muita luta em defesa da instituição e de toda a sociedade brasileira.

O presidente da APMP, Bergson Formiga, aproveitou a ocasião especial para ressaltar a importância histórica da entidade em sua luta para a união e o fortalecimento do Ministério Público brasileiro e o constante empenho na busca por uma sociedade justa.

“Ao longo da nossa história, nós sempre lutamos para a defesa de nossa Instituição e, principalmente, da sociedade brasileira. E mais do que nunca, nós sabemos que esta luta não pode parar, principalmente, por causa do atual cenário de preocupações e incertezas com os rumos do nosso país”, afirmou o presidente. E garante: “A APMP estará sempre atenta para ilidir as tentativas de enfraquecimento de nossas prerrogativas e direitos e na busca de condições necessárias para uma atuação ministerial cada vez mais eficaz”.

Um pouco de história

A APMP foi fundada em 1947, em João Pessoa, capital paraibana. A decisão de criar uma associação representativa para os membros do Ministério Público surgiu com o objetivo de reunir promotores Públicos das diferentes regiões do Estado para um trabalho de confraternidade e aproximação. Uma comissão composta pelos membros José Pedro Nicodemos, Aurélio de Albuquerque, Manoel Ferreira Guimarães e Manoel Diniz, convidou todos os colegas para comparecerem a uma reunião dos Promotores Públicos do Estado, com a finalidade de fundar a Associação.

Na ocasião, foi eleita, por aclamação, após a fundação da Associação do Ministério Público da Paraíba, uma Diretoria Interina para dirigir os destinos da associação até a posse dos futuros diretores escolhidos pela classe. O presidente interino foi o Renato Lima, o secretário foi Aurélio de Albuquerque e o Tesoureiro, Hermes Pessoa de Oliveira.

Em 1993, a Associação do Ministério Público da Paraíba, mudou de nome e passou a ser chamar Associação Paraibana do Ministério Público (APMP). Com a finalidade de defender as prerrogativas, direitos e interesses dos associados, nos últimos anos, a APMP tem participado de todas as lutas de interesse de classe, como direito do promotor de justiça poder votar e ser votado para o cargo de PGJ, além do acompanhamento de pautas do legislativo de interesse da instituição.




Deixe uma resposta