Busca

Novo Sistema de Distribuição de Processos de Atribuição do Colégio de Procuradores é instituído no MPPB

Fazendo parte da política administrativa de transparência e de democratização implementada da atual gestão do Ministério Público da Paraíba (MPPB), o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, validou na tarde da terça-feira (14) o Sistema de Distribuição de Processos de Atribuição do Colégio de Procuradores de Justiça da instituição.

O novo sistema, desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) do MPPB, além de informatizar o processo de designação de relatores por meio de sorteio virtualizado, elimina de vez o uso do papel nos trâmites de processos no âmbito do Colégio de Procuradores, agregando essa nova ferramenta ao programa do #39;MP-Virtual#39; do Ministério Público da Paraíba.

“Só tenho a parabenizar ao pessoal da Ditec é à Assessoria do Colégio de Procuradores pelo trabalho desenvolvido”, disse o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, lembrando que a escolha das relatorias, de forma democrática e por sorteio aleatório, substitui os moldes anteriores, quando eram designadas as relatorias levando-se em conta a sequência de antiguidade dentre os componentes do Colégio de Procuradores.

A próxima sessão do Colégio de Procuradores de Justiça está prevista para o dia 29 de abril, e as primeiras quatro relatorias sorteadas por meio do novo sistema foram as dos gabinetes dos procuradores de Justiça Kátia Rejane Medeiros Lira Lucena, José Raimundo de Lima, Vasti Cléa Marinho da Costa Lopes e José Roseno Neto.

Veja também ...