Busca

MPPB estuda possibilidade de aumentar número de vagas em concurso para servidor

A Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) está estudando a possibilidade de aumentar o número de vagas referentes ao concurso para servidores da instituição, cujo edital deverá ser divulgado nos próximos dias, com previsão de aplicação das provas no mês de junho deste ano.

“O andamento dos preparativos para o concurso não vai ser prejudicado. O número de vagas oferecidas continua de 38 e o aumento dessas vagas viriam depois, do cadastro de reserva”, explicou o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, no final da manhã desta quinta-feira (19), durante reunião administrativa do MPPB.

Ele informou que a Comissão do Concurso continua trabalhando com afinco para que o edital seja publicado o mais breve possível. “Estamos na fase de negociação para posterior confecção e publicação do edital”, completou o servidor Marcos Vinícius Ferreira Cesário, diretor administrativo do MPPB e integrante da Comissão do Concurso. “O conteúdo programático já foi definido e será divulgado no edital”. Todas as vagas, as 38 que estarão no edital e as que surgirão da ampliação anunciada e que seguirão o cadastro de reserva, são para as Promotorias de Justiça do interior do estado.

No final do mês passado, o Ministério Público da Paraíba já havia definido a distribuição das vagas que serão ofertadas no concurso para servidores da instituições, Serão 38 vagas oferecidas no concurso, sendo dez para a área de tecnologia da informação (cinco de nível superior e cinco de nível médio) e 28 de nível médio para atuação nas Promotorias de Justiça.

As 28 vagas de nível médio serão distribuídas por oito regiões: seis vagas na 2ordf; região; duas vagas na 3ordf; região; quatro na 4ordf; região; quatro para a 6ordf; região; duas na 7ordf; região; quatro na 8ordf; região; três na 9ordf; região; e três para a 10ordf; região. Dessas 28 vagas, três serão para área de diligência e apoio administrativo. Além disso, haverá cadastro de reserva para todas as regiões, exceto João Pessoa.

Em relação às dez vagas para a área de tecnologia da informação, as cinco de nível superior e quatro de nível médio serão para João Pessoa; uma de nível médio será para Campina Grande. O salário inicial dos cargos de nível superior será de R$ 4.940,25; já para os cargos de nível médio é de R$ 4.062,28; em relação aos cargos de nível médio (diligência e apoio), o salário é de R$ 3.341,29. Além dos salários, todos os servidores receberão auxílio alimentação no valor de R$ 900,00 e auxílio saúde de R$ 200,00.

Municípios que compõem cada região:

1ordf; Região: João Pessoa;

2ordf; Região: Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Lucena, Alhandra, Jacaraú, Mamanguape, Rio Tinto, Cruz do Espírito Santo, Caaporã e Pedras de Fogo;

3ordf; Região: Guarabira;

4ordf; Região: Mari, Alagoinha, Pirpirituba, Pilões, Serraria, Remígio, Cuité, Picuí, Areia, Solânea, Araruna, Bananeiras, Belém, Caiçara, Barra de Santa Rosa, Pilar, Sapé, Gurinhém, Itabaiana;

5ordf; Região: Campina Grande;

6ordf; Região: Prata, Sumé, Serra Branca, São João do Cariri, Cabaceiras, Boqueirão, Queimadas, Aroeiras, Juazeirinho, Umbuzeiro, Monteiro, Ingá, Alagoa Grande, Esperança, Pocinhos, Soledade, Alagoa Nova e Taperoá;

7ordf; Região: Patos;

8ordf; Região: Malta, Princesa Isabel, Itaporanga, Piancó, Brejo do Cruz, Catolé do Rocha, Santa Luzia, Teixeira, Coremas, Pombal e São Bento.

9ordf; Região: Sousa; e

10ordf; Região: Cajazeiras, Uiraúna, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Bonito de Santa Fé e Conceição.

Fonte: MPPB

Veja também ...