Busca

MP discute medidas de segurança em Campina Grande

A avenida Manoel Tavares, localizada no bairro Alto Branco, onde se concentra a principal “rota gastronômica” de Campina Grande, deverá receber, nos próximos dias, câmeras e telas para um melhor monitoramento que possibilite garantir a segurança de comerciantes e de clientes que frequentam os estabelecimentos comerciais.

Essa medida foi discutida, na semana passada, durante audiência realizada na sede do Ministério Público em Campina Grande entre promotores de Justiça ligados à segurança e os proprietários de restaurantes instalados na avenida Manoel Tavares. A associação dos comerciantes, presidida por Divaildo Bartolomeu de Lima Júnior, se propõe a adquirir as câmeras e telas para o monitoramento, enquanto aguarda do comando local da Polícia Militar uma resposta sobre a possibilidade de um convênio com a entidade de classe para fortalecer a parceria.

Ainda durante a reunião, que contou com a participação dos promotores de Justiça Marcus Leite, Osvaldo Barbosa e Ana Maria França, ficou acertado com o Ministério Público encaminhará à Prefeitura de Campina Grande e à concessionária Energisa ofício em que solicita a regularização da urbanização e melhoramento na iluminação da avenida Manoel Tavares.

Já o tenente-coronel Souza Neto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, também presente à reunião, se comprometeu a mandar mais viaturas para o monitoramento da avenida Manoel Tavares e, ainda, a se reunir com seus comandados para repassar instruções de como deve ser feita a segurança naquele local, dentro do que for acertado por meio de convênio entre a própria PM e a associação dos proprietários de restaurantes.

De acordo com o promotor Marcus Leite, do Núcleo de Controle Externo de Atividade Policial do MPPB, os crimes contra a patrimônio são a principal modalidade de delitos praticada na avenida Manoel Tavares. Assassinatos, entretanto, também já foram registrados na chamada “rota gastronômica” de Campina Grande.

Fonte: MPPB

Veja também ...