Busca

Ministério Público paraibano realiza eleição para o Conselho Superior da instituição

Mesmo com o feriado desta sexta-feira (14 de dezembro), quando se comemora o ‘Dia Nacional do Ministério Público’, a sede do MPPB em João Pessoa está recebendo, desde às 8h, os procuradores e promotores de Justiça de todo o estado para votar na escolha da nova composição do Conselho Superior da instituição. São seis candidatos para cinco vagas. As votações, que se encerram às 16h, estão acontecendo no Auditório Edgardo Ferreira, no edifício-sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).

Estão na disputa os seguintes procuradores de Justiça: Marilene de Lima Campos de Carvalho, José Roseno Neto, Kátia Rejane de Medeiros Lira Lucena, José Marcos Navarro Serrano, Jacilene Nicolau Faustino Gomes e Nelson Antônio Cavalcante Lemos.

A Comissão Eleitoral é presidida pelo procurador de Justiça Doriel Veloso Gouveia (ouvidor-geral da instituição) e ainda tem como integrantes os promotores de Justiça Rogério Rodrigues Lucas de Oliveira (da Promotoria de Justiça de Cabedelo) e Vasti Cléa da Costa Lopes (da Corregedoria Geral do MPPB). Todos os membros da instituição (procuradores e promotores) da ativa estão aptos a participar da eleição.

O Conselho Superior, composto por sete membros, sendo dois natos (procurador-geral e ouvidor-geral) e cinco eleitos, é um órgão deliberativo da administração superior da instituição, incumbido de fiscalizar e superintender a sua atuação, bem como velar pelos seus princípios institucionais.

Atualmente, o Conselho é composto pelos seguintes membros: Oswaldo Trigueiro do Valle Filho (presidente), Alcides Orlando de Moura Jansen, José Marcos Navarro Serrano, Kátia Rejane de Medeiros Lira Lucena, José Roseno Neto, Nelson Antônio Cavalcanti Lemos e Marilene de Lima Campos de Carvalho. Os suplentes são os procuradores de Justiça Francisco Sagres Macedo Vieira, Lúcia de Fátima Maia de Farias e José Raimundo de Lima. O Conselho é secretariado pelo promotor de Justiça Francisco Lianza, secretário-geral do MPPB.

FONTE: MPPB

Veja também ...